Provavelmente você já conhece ou ao menos já ouviu falar de “Growth Hacking”. Mas caso ainda não saiba o que é, relaxe! Trouxe aqui uma geral sobre o tema! O termo foi criado atrelado ao Marketing e a Startups, hoje podemos aplicar em diversas coisas.

O que é Growth Hacker:

Esse termo foi usado pela primeira vez em 2010 por Sean Ellis (fundador do GrowthHackers.com). “Growth Hacker é um novo tipo diferente de profissional de Marketing. Ele cuida de um Marketing orientado ao crescimento de startups.”

Growth = Crescimento |  Hacking = Explorar cortes, espaços, brechas.

Ou seja, identificar hacks no processo de crescimento! Seja de uma empresa ou no desenvolvimento de um projeto, Growth Hacking é sobre identificar esses cortes, essas brechas e se apropriar delas, criando um método de crescimento rápido. É uma forma de ação orientada por experimentos! Através de estudos e pesquisas, testando e ajustando, usando a criatividade e a inovação para descobrir formas de atingir os objetivos e desenvolver o seu negócio. Vamos seguindo que vai ficando mais claro…

Como colocar o Growth Hacking em prática:

Antes de tudo, o que é importante saber sempre? Objetivos! Tenha em mente o que você quer e os resultados que pretende alcançar. Feito isso, defina como você vai medir esse resultado, tanto nos quesitos qualitativos quanto nos quantitativos. Como você vai buscar os dados iniciais? Numa entrevista com audiência, por exemplo, você pode identificar espaços e brechas que não estão sendo explorados na sua empresa.

Feito isso, é hora de entender o Funil do Growth Hacking, ou “Funil do Pirata”. Você precisa identificar onde seu problema está – em qual etapa do Funil ele está – e criar ações para otimizar essas etapas. O Funil é dividido em 5 etapas:

  1. Aquisição (Acquisition), que reúne as práticas para atrair e conquistar um cliente.
  2. Ativação (Activation), quando o foco é entregar a primeira boa experiência ao cliente.
  3. Retenção (Retention), etapa em que os clientes estão satisfeitos ao ponto de continuar utilizando seu produto.
  4. Receita (Revenue), quando os clientes estão gerando faturamento para a empresa (ao invés de usar versões grátis, por exemplo).
  5. Indicações (Referral), quando estão chamando amigos e conhecidos para se tornarem clientes também.

(Fonte: Marketing de Conteúdo)

Agora, pra colocar isso em prática e obter sucesso, sua equipe também deve ser Growth! Uma Equipe de Growth Hackers pensa nos dados, sabe a importância de mensurar e sabe interpretar o que eles querem dizer. Testam ideias e, principalmente, documentam TUDO! Eles pensam fora da caixa e  usam a criatividade para enxergar potencial em meios não-convencionais, trazendo novas possibilidades que talvez uma equipe tradicional nunca pensasse. É importante conhecer e querer estudar sobre psicologia do consumidor, ser agressivo nas metas (buscar sempre mais do que o esperado) e, ainda assim, entender que grandes conquistas são alcançadas com pequenos passos, que somados geram o grande resultado.

Por que ser Growth?

O mundo mudou (clichê, mas muito verdade) e a forma de lidar com os negócios deve acompanhar isso! Que tal, ao invés do pensamento alto de uma sacada pra alavancar seu negócio em 300%, pensar em 10 soluções que te faça crescer 30% cada uma? São várias pequenas melhorias que, juntas, formam o que você espera e um pouco mais.

Bom… isso é tudo? Não! Growth Hacking  não é sobre um passo-a-passo, é muito mais que isso! É uma forma de pensar e de agir! E, claro, que se renova sempre. Descubra seu caminho, seu jeito e o jeito do seu negócio de ser Growth Hacker!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Gestão

Guia de boas maneiras para empresas no Whatsapp

Já parou para contar quanto tempo você passa no WhatsApp por dia? Eu, particularmente passo o dia INTEIRO! É  minha ferramenta de trabalho e meio de comunicação com amigos e família, principalmente os que estão Leia mais…

Marketing

Lições de Marketing que podemos aprender com O Guia do Mochileiro das Galáxias

Dia 25 de maio é dia do Orgulho Nerd, e pra marcar a data vamos comemorar do jeito que a gente gosta: juntando com marketing! Então pegue sua toalha, e mesmo que você não seja Leia mais…

Filmes e Séries

Lições de Marketing que podemos aprender com La Casa de Papel [Sem Spoilers]

Não importa se você viu ou não viu, se gosta ou não gosta do seriado La Casa de Papel. Se você trabalha com marketing, esse texto é pra você! Abaixo, seis lições preciosas que a Leia mais…