Uma das grandes dificuldades de quem está começando seu negócio, uma startup ou  já possui uma pequena empresa é formar uma equipe de alto desempenho. A começar pela seleção, seja de prestadores de serviço ou na hora de propor parcerias. Quantas vezes você fez uma seleção, acreditou que tinha feito a escolha certa e depois se arrependeu? Eu, sendo bastante sincera com vocês, muitas vezes. Há frente da gestão de duas lojas há 3 anos, demorei a aprender a melhor forma de fazer uma seleção e até hoje ainda é um grande desafio para mim. São muitas nuances que você tem que notar, pois normalmente, na seleção todo mundo é proativo, pontual e organizado, mas no dia a dia, nem sempre é assim…

The Office - Gump Marketing

Estou começando um novo negócio/uma startup. Como atrair bons profissionais quando ninguém me conhece ainda?

Essa pergunta é importante, pois é fácil ter um banco com bons currículos quando se é uma Google, Apple ou Facebook. No entanto, pense que um dia eles foram pequenos como você. Primeiramente, tenha um propósito claro, assim você poderá atrair pessoas que compartilham desse propósito e dos seus sonhos, e não terá empregados e sim parceiros. Já que não pode oferecer o salário dos sonhos, ofereça conforto, ambiente de trabalho saudável, flexibilidade, transparência nas relações, seja sincero. As pessoas costumam aceitar ganhar um pouco menos e trabalhar num local em que se sintam bem! Mostre que seu negócio é promissor, que existem possibilidades de expansão. Dessa forma, atrairá naturalmente pessoas que combinem com o perfil da sua empresa.

Google - Gump Marketing

O que não pode faltar?

Uma das características essenciais para qualquer atividade que a pessoa vá exercer na sua equipe é a vontade de aprender e de realizar. Não adianta ter uma ótima formação e não ser proativo. Não adianta ser expert no assunto e não reconhecer que o aprendizado deve ser contínuo para o desenvolvimento de uma equipe de alto desempenho.  O ideal é analisar os pontos essenciais para o cargo como a formação e o conhecimento prévio, e depois analisar o perfil psicológico de cada um. Às vezes é melhor um diamante bruto que permita ser esculpido, do que um diamante pronto para ser jóia. Ou seja, às vezes é melhor ter pessoas dispostas a entender como sua empresa funciona e, assim,  aprenderem mutuamente, do que pessoas capacitadas, mas cabeças-duras.

The Internship - Gump Marketing

Por fim, veja 8 dicas práticas do que aprendi nesses últimos anos, fazendo seleções na empresa:

  1.  Peça a carteira de trabalho, o portfólio e tudo mais que possa comprovar a experiência que está citada no currículo;
  2. Observe o tempo que a pessoa ficou em cada empresa, se foram períodos curtos há algo errado;
  3. Pergunte detalhes do dia a dia da pessoa, para verificar se ela realmente fazia tudo que diz nos empresas anteriores;
  4. Perguntas que não podem faltar: por que saiu? Alguém ficou no seu lugar? – se a pessoa era tão boa, por que não foi a escolhida a permanecer na empresa?;
  5. Ligar para o último trabalho da pessoa – pergunta chave: você contrataria essa pessoa novamente (mesmo sabendo que a resposta pode não ser sincera);
  6. Se a pessoa tiver muito tempo desempregada, perguntar o que ela fez nesse tempo para se sustentar financeiramente;
  7. Peça para a pessoa contar alguma situação de conflito que teve que lidar no antigo trabalho. Dificilmente ela vai conseguir mentir, dessa forma, você poderá observar a atitude da pessoa em situações de conflito de forma mais sincera;
  8. Costumava bater as metas? Como fazia para cumpri-las? Dessa forma,  será possível notar nuances do perfil dela e verificar a veracidade das informações.

Por enquanto é só! Se quiserem tirar dúvidas, só mandar e-mail, mensagem, comentários… Terei o prazer em ajudá-los! Bjos de luz! (risos)

Ok - Gump Marketing


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Empreendedorismo

A rotina que nos aprisiona: como fazer coisas diferentes se estamos sempre na correria do dia a dia

Já notou o quanto a vida é cheia de regras? Desde que acordamos, entramos num mundo de regras escondidas atrás de hábitos. Sim! Costumamos fazer as mesmas coisas sempre. Acordamos cedo para trabalhar ou fazer Leia mais…

Gestão

O cliente tem sempre razão?

Já começo dizendo – com certeza – que não! No entanto, essa premissa serve de ponto de partida para saber como agir com o cliente em qualquer situação. Como? Veja: mesmo quando o cliente não Leia mais…

Empreendedorismo

2018: Aproveite bem o ano, já que você não é Marty McFly!

2018 é um ano peculiar. São 10 feriados em dias de semana (ou pontos facultativos daqueles que sempre rola)! Considerando o que já passou (1 de janeiro), 7 caem em sextas ou segundas-feiras, o que Leia mais…