[Mal bombou, e já tem uma campanha #DeleteVero no ar! Veja edit no final do post!]
Você também ouviu pessoas próximas e artistas falando do que parece ser a mais nova rede social? Não? Sim? VERO! Bem.. se está aqui é porque ficou, no mínimo, curioso! Então segue lendo que a gente explica!

Mesmo sendo lançado em 2015, esse aplicativo está gerando burburinho só agora. Assim como você, queremos entender o que está acontecendo e qual a proposta dele. A gente conseguiu captar que ele se propõe a fugir da forma de funcionamento do Facebook e outras redes sociais – como o Instagram e o Twitter – que usam os algoritmos para definir o conteúdo que será entregue aos usuários (sob defesa de melhorar a experiência na rede). O que o Vero questiona é até que ponto isso é bom de fato, o que leva essa nova rede a não usá-los. A proposta do Vero, então, é que você tenha uma experiência mais completa, tendo a possibilidade de entrar em contato com coisas novas que poderiam te interessar. As postagens aparecem em ordem cronológica, de forma que sejam vistas de forma mais natural – como era a proposta da maioria das redes sociais no seu início.

Pois bem! Vero significa verdade, em italiano, que remete a essa questão de estar mais próximo da realidade. É o lugar onde o usuário pode ser ele mesmo! Por todos esses motivos os artistas estão defendendo essa “nova” rede. Eles acreditam que através dela seja possível fazer o seu trabalho alcançar mais pessoas e de forma mais eficiente, já que no Facebook, por exemplo, esse alcance é conquistado apenas com investimento em anúncio.

Achei o Vero com uma aparência muito bonitinha, e bastante intuitivo. Tanto eu quanto Lica e Fabiano, da Gump, baixamos e experimentamos e, de fato, a gente achou legal. Não, i’ts not a publi! Hahaha! Mas o que a gente mais curtiu foi a possibilidade de postar links, músicas, filmes e poder ter acesso a tudo sem sair da ferramenta. Lica, por exemplo, acessou um post meu e conseguiu ver o trailer de um filme que eu indiquei. A crítica que temos a fazer é que foi difícil achar os amigos que já possuem o aplicativo – através dos nossos contatos – de forma simples. A gente teve que futucar muito pra encontrar e até mesmo buscar pelo nome na busca geral. Isso já caracteriza um problema, que pode ser inconsistência no aplicativo ou uma usabilidade falha.
A gente acha válido baixar e experimentar (pra quem está disposto a ter mais uma rede social.. hahaha). A Gump já está lá e nós também! Se tiver afim, baixa logo, pois rola o papo que depois de atingir a marca de 1 milhão de usuários, vai passar a ser cobrada uma taxa anual. E antes que já reclamem disso, é importante lembrar que ele se propõe a não implementar anúncios e algoritmos de segmentação de conteúdo (então o aplicativo preciso ser mantido de alguma forma). Bom… tudo é novidade e a gente ainda não sabe o quanto disso é Vero (hahaha), mas o aplicativo chegou e, no mínimo, já fez a gente refletir um pouco sobre alguns assuntos.
— EDIT 01/03 | by Lica Ornelas

A gente baixou, usou o app… Mas depois de lançarmos o texto aqui, captamos novas informações no radar e voltamos! Haha

Bom, ao que parece o fundador da VERO tem problemas no seu passado, que levaram ao lançamento da campanha #DeleteVero.

Mas vamos aos fatos:
O fundador da VERO fez fama como presidente de uma construtora, mas não por uma boa causa. A empresa fechou ano passado devido ao mal gerenciamento e deixando bilhões em dívidas. Além disso – e acredito que o pior dos problemas – é que a empresa deixou milhares de funcionários sem pagamento e largados num acampamento, com acesso limitado a recursos como comida, água e cuidados médicos. (Insira aqui um palavrão de indignação de sua preferência)

A política de privacidade da rede também já vem sendo questionada, uma vez que consta nos termos que o conteúdo postado na plataforma poderá ser usado pela rede como ela quiser. Esse ponto, especificamente, foi esclarecido pela empresa, que disse que os direitos ainda pertencem ao autor da publicação.

Com essas notícias rolando e a campanha #DeleteVero ganhando cada vez mais seguidores, um novo problema apareceu:deletar a conta não é tão simples. Para isso você vai precisar mandar um e-mail para o suporte, pedindo o cancelamento.

Enfim, estamos aguardando as cenas dos próximos capítulos, então se souberem de algo, compartilha com a gente!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Marketing de Conteúdo

Como criar conteúdo para marcas chatas

Quando digo chatas, são aquelas marcas que você logo de cara não consegue pensar em nada criativo, tipo, uma empresa que faz manutenção de máquinas industriais (Gzuis!). Não é impossível, mas provavelmente você vai ter Leia mais…

Marketing

Lições de Marketing que podemos aprender com O Guia do Mochileiro das Galáxias

Dia 25 de maio é dia do Orgulho Nerd, e pra marcar a data vamos comemorar do jeito que a gente gosta: juntando com marketing! Então pegue sua toalha, e mesmo que você não seja Leia mais…

Marketing de Conteúdo

Twitter: eu amo essa rede e vou defendê-la!

Seja pra marketing e\ou apenas pra falar umas bobagens, o Twitter está aí, vivo, firme e forte. Caindo, isso é fato, mas ainda de pé! Desde o seu auge, por volta ali de 2009, a Leia mais…